fbpx

Essas são as 20 melhores cidades do mundo para ciclistas urbanos

Thiago Sievers
Thiago Sievers Head de Parcerias

O Brasil está despertando para a realidade da necessidade do ciclismo urbano. Principalmente grandes cidades como São Paulo, que está implementando quilômetros e quilômetros de ciclovias.

No entanto, nenhuma localidade nacional entrou no The Copenhagenize Index 2015 – Bicycle-friendly Cities, documento que apresenta o resultado de um sério estudo que visa levantar quais as melhores cidades do mundo para pedaladas urbanas.

Ainda que a prefeitura de São Paulo esteja se empenhando em ampliar as vias exclusivas para ciclistas, o trabalho ainda é feito com certa desorganização, e certamente esse fator pesou para que a Terra da Garoa não esteja nem no top 20 da lista. Realmente ainda estamos iniciando a caminhada. Mas, ao menos, já estamos…

Quem realiza a pesquisa é a Copenhagenize Design Company, uma consultoria de design urbano que tem o objetivo de aconselhar governos a tornar suas cidades mais bike-friendly, ou “amigas de bicicletas”.

O trabalho é realizado desde 2011 (uma vez a cada dois anos) e, dessa vez, considerou 122 cidades no mundo todo que têm população maior do que 600 mil habitantes.

cidades-bicicleta-2-el-hombre
Em Copenhague a realidade é essa

Como critério foram consideradas 13 categorias:

  • Advocacia
  • Cultura de bicicleta
  • Facilidades para bicicletas
  • Infraestrutura para bicicletas
  • Programas de compartilhamento de bicicletas
  • Diferença de gêneros entre os ciclistas
  • Porcentagem de ciclistas
  • Aumento da porcentagem de ciclistas desde 2006
  • Percepção de segurança
  • Política
  • Aceitação social
  • Planejamento urbano
  • Tranquilidade do trânsito

Das 20 cidades da lista, apenas duas não são da Europa: Minneapolis, nos Estados Unidos (18ª), e Buenos Aires, na Argentina (14ª). Sim, nossos hermanos estão bem na fita com as magrelas.

O Brasil já esteve representado no The Copenhagenize Index. Em 2011 o Rio de Janeiro estava no top 20, encabeçando a 18ª posição, e em 2013 subiu duas posições, alcançando um honroso 16º lugar. Mas a Cidade Maravilhosa parou no tempo e não foi citada em 2015.

cidades-bicicleta-3-el-hombre
Estrasburgo entrou pela primeira vez no ranking e já em quarto lugar

As cidades que mais se destacam quando o assunto é ciclismo urbano são Amsterdã e Copenhague. Nos primeiros dois anos a cidade holandesa liderou o ranking, sendo seguida pela capital dinamarquesa. E em 2015 as duas trocaram de posição.

A grande novidade fica por conta de Estrasburgo, cidade do leste da França que entrou pela primeira vez na lista já alcançando a 4ª posição.

Como vemos, é iminente o estabelecimento de infraestrutura urbana para bicicletas no mundo todo. Algumas cidades acordam antes, outras depois. Por aqui estamos nos movimentando.

E, caso você esteja interessado, pode ver aqui algumas dicas de como começar a pedalar na cidade grande.

Agora dê uma olhada agora no ranking completo:

  1. Copenhague (Dinamarca)
  2. Amsterdã (Holanda)
  3. Utretch (Holanda)
  4. Estrasburgo (França)
  5. Eindhoven (Holanda)
  6. Malmö (Suécia)
  7. Nantes (França)
  8. Bordeaux (França)
  9. Antwerp (Bélgica)
  10. Sevilha (Espanha)
  11. Barcelona (Espanha)
  12. Berlim (Alemanha)
  13. Liubliana (Eslovênia)
  14. Buenos Aires (Argentina)
  15. Dublin (Irlanda)
  16. Viena (Áustria)
  17. Paris (França)
  18. Minneapolis (Estados Unidos)
  19. Hamburgo (Alemanha)
  20. Montreal (Canadá)

cidades-bicicleta-4-el-hombre