Conheça a Cesta Básica de 150 mil dólares que os indicados ao Oscar ganham

Sabe aquela velha história de que “apenas ser indicado ao Oscar é uma grande honra”? Pois é, pode parecer balela aos seus ouvidos, mas não é.

Bom, talvez honra não seja a palavra certa. Ok, definitivamente não é. Mas que existe um prêmio de consolação para todos os indicados, no formato de uma gift bag (bem diferente das cestas de natal que recebemos do chefe aqui na redação), capaz de trazer um sorriso embaixo dos olhos cheios de lágrimas dos perdedores, existe.

Esse ano, a tal Cesta Básica do Oscar, feita pela empresa Distinctive Assets, chega ao valor de 150 mil dólares – pode não ser um salário de uma estrela de Hollywood, mas com certeza não é um presente de se jogar fora.

Entre os gifts de destaque estão uma luxuosa viagem de trem pela região das Canadian Rockies (avaliada em US$ 14.500); um Lifestyle Makeover (no valor de US$ 14.200); estadia de três dias na Toscana (US$ 1.500); um kit de sal marinho do Mediterrâneo francês (US$ 1.500); uma viagem de “glamping”, que é um camping com glamour, seja lá o que isso quer dizer (US$ 12.500); camisinhas luxuosas (US$ 56); e, claro, um vibrador (avaliado em US$ 250).

É isso mesmo. Prepare-se, Robert Duvall, suas noites vão voltar a ser como nos anos 70.

Sem contar travesseiros, cookies e frutas da melhor estirpe, e – por que não? – um jogo de “adivinhe o filme”. Para as estrelas mais simples, existe um voucher no valor de 9 dólares no Dunkin Donuts – não, isso não é brincadeira.

Mas o mais estarrecedor é o produto mais caro da lista, algo que nos leva a pôr em dúvida tudo o que acreditamos sobre a humanidade: um certificado de US$ 20 mil que levará a fundadora da Enigma Life, Olessia Kantor, a “encontrar cada indicado e discutir seus horóscopos de 2015, analisar sonhos e ensiná-los técnicas de controle da mente”.

Sério, não há status de vencedor do Oscar que bata isso.

Essa deveria ser a verdadeira motivação de todos os atores do mundo – a cesta básica, claro.

Quem precisa de uma estatueta fajuta quando você pode controlar a mente? O único ator que chegou perto disso foi Patrick Stewart interpretando o Professor Xavier. E, talvez, Mathew McCounaghey (alguém pode me explicar como ele virou um ator importante e sério do nada?)

Quem precisa do Oscar quando você pode jogar “adivinhe o filme” com amigos na Toscana comendo Donuts?

Agora sim, o Oscar ficou interessante.

Ganhar não parece mais tão importante para os indicados, afinal.