Cidades

Geração Z: um ranking das Top 10 cidades para morar

Apesar de sempre estarem na internet, isso não os torna menos ambiciosos para viver em lugares diferentes. A Geração Z é um termo usado para definir todos que nasceram entre o final da década de 90 até o início de 2010. Eles são muito marcados pela grande conexão com o mundo online, até por isso não costumam criar grandes vínculos com a cidade em que vivem. Muitos já estão chegando na graduação e começando a vida adulta, procurando novos locais para se estabelecerem (mesmo que seja temporariamente).

Ainda assim, não é fácil tomar uma decisão desse tamanho sendo tão jovem. O site de viagens moveBuddha fez uma lista com os melhores destinos dentro dos Estados Unidos para aqueles dessa nova geração. O levantamento considera principalmente o custo para morar na cidade, a quantidade de vagas de emprego e, claro, se é um lugar onde os jovens podem se divertir.

Cidades pequenas são destaques

Se você pensava que grandes centros como Nova York dominariam a lista, saiba que cidades bem menos conhecidas ganharam destaque. O 1° lugar ficou com a modesta Madison, capital do estado de Wisconsin. Apesar de ser somente a 82ª cidade mais populosa do país, com menos de 250.000 habitantes, Madison tem uma população muito jovem, com quase metade das pessoas com ensino superior.

Também roubando a cena, Fargo (na Dakota do Norte) aparece na 2ª posição. A cidade oferece um aluguel bem abaixo da média nacional, o que costuma ser um dos maiores problemas das grandes metrópoles. Em consequência, o poder de compra dos mais jovens também aumenta, permitindo gastar mais e ter uma qualidade de vida melhor.

O top 10 das cidades norte-americanas ficou assim:

  1. Madison (Wisconsin)
  2. Fargo (Dakota do Norte)
  3. Columbus (Ohio)
  4. Lincoln (Nebraska)
  5. Missoula (Montana)
  6. São Francisco (Califórnia)
  7. Denver (Colorado)
  8. Burlington (Vermont)
  9. Minneápolis (Minnesota)
  10. Washington (D.C.)

Vale lembrar que a decisão de qual cidade é melhor para morar também é muito pessoal. Um médico e um músico podem ter objetivos totalmente diferentes, então seus destinos dificilmente também serão iguais.

E no Brasil?

Apesar de não ainda não existir nenhum estudo similar no nosso país, podemos considerar as cidades com maior IDH, o Índice de Desenvolvimento Humano. A lista também mistura grandes capitais, como Florianópolis e Curitiba, com cidades menos conhecidas pelo povo brasileiro. Esse é o caso da 2ª colocada: Águas de São Pedro, no estado de São Paulo, que possui somente 3.100 habitantes.

O ranking completo é:

  1. São Caetano do Sul (SP)
  2. Águas de São Pedro (SP)
  3. Florianópolis (SC)
  4. Balneário Camboriú (SC)
  5. Vitória (ES)
  6. Santos (SP)
  7. Niterói (RJ)
  8. Joaçaba (SC)
  9. Brasília (DF)
  10. Curitiba (PR)

Leituras complementares:

Matérias do El Hombre relacionadas ao assunto que você pode gostar também: