Quanto mais perto do Oscar, mais fácil é prever o que irá acontecer. A verdade é que todas as categorias de longas já têm um ganhador óbvio. Mas, como sabemos, o Oscar sempre reserva uma surpresinha para a noite de premiação. Portanto, aqui vão as apostas óbvias e as possibilidades de surpresa, para você encher o bolso no bolão da turma.

21# MELHOR DOCUMENTÁRIO

– O Ato de Matar, Cutie and the Boxer, Guerras Sujas, A Praça Tahrir, A Um Passo do Estrelato

– A aposta óbvia: O Ato de Matar. Conheço muito pouco dos indicados para falar, mas é o favorito absoluto.

– A possível surpresa: A Um Passo do Estrelato.

20# MELHOR FILME ESTRANGEIRO

– Alabama Monroe, A Caça, A Grande Beleza, A Imagem Que Falta, Omar

– A posta óbvia: A Grande Beleza

– A possível surpresa: A categoria não surpreendeu nos dois últimos anos e não deve surpreender este ano.  Mas, caso aconteça, tem dois filmes que poderiam roubar o prêmio da Itália. A Caça ou Alabama Monroe.

19# MELHOR ANIMAÇÃO

– Os Croods, Ernest & Celestine, Frozen, Meu Malvado Favorito 2, Vidas ao Vento

– A aposta óbvia: Frozen. Ultimamente, os filmes solo da Disney têm sido bem melhores que os filmes dela com a Pixar, que se acostumou a ser a aposta óbvia.

– A possível surpresa: NENHUMA. Sem nenhuma animação em stop-motion e nenhum filme da Pixar, o último longa de Miyazaki até poderia representar alguma ameaça, mas não.

18# MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

– Happy (Meu Malvado Favorito 2), Let It Go (Frozen), The Moon Song (Ela), Ordinary Love (Mandela)

– A aposta óbvia: Let It Go, de Frozen.

– A possível surpresa: U2 ganhando um Oscar, com Ordinary Love? Não é impossível. Mas quase.

17# MELHOR TRILHA SONORA

– Ela, Gravidade, A Menina Que Roubava Livros, Philomena, Walt nos Bastidores de Mary Poppins

– A aposta óbvia: O praticamente novato Steven Price, por Gravidade, deve ganhar dos veteranos Alexandre Desplat, Thomas Newman e John Williams. Até porque, num filme passado no espaço e com dois atores, o papel da trilha é ainda mais significativo.

– A possível surpresa: Ela, do ainda menos conhecido Owen Pallett.

16# MELHOR MIXAGEM DE SOM

– Capitão Phillips, O Grande Herói, Gravidade, O Hobbit, Inside Llewyn Davis

– A aposta óbvia: Gravidade, que deve ser o grande papa-prêmios técnicos no ano.

– A possível surpresa: Filmes com músicas diegéticas (aquelas músicas que estão “dentro” da história), como Inside Llewyn Davis, sempre têm chances de ganhar.

15# MELHOR EDIÇÃO DE SOM

– Até o Fim, Capitão Phillips, O Grande Herói, Gravidade, O Hobbit

– A aposta óbvia: Gravidade. Porque sim.

– A possível surpresa: Capitão Phillips. Porque sim.

14# MELHOR MAQUIAGEM

– O Cavaleiro Solitário, Clube de Compras Dallas, Vovô Sem Vergonha

– A aposta óbvia: Clube de Compras Dallas, o único filme “sério” entre os três.

– A possível surpresa: Vovô Sem Vergonha. Pois é.

13# MELHOR FIGURINO

– 12 Anos de Escravidão, O Grande Gatsby, O Grande Mestre, The Invisible Woman, Trapaça

– A aposta óbvia: O Grande Gatsby. Moulin Rouge, do mesmo Baz Luhrmann, também ganhou esse prêmio.

– A possível surpresa: Trapaça, com sua divertida composição dos anos 70.

12# MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

– 12 Anos de Escravidão, Ela, O Grande Gatsby, Gravidade, Trapaça

– A aposta óbvia: O Grande Gatsby. Moulin Rouge, do mesmo Baz Luhrmann, também ganhou apenas os prêmios de Figurino e Direção de Arte.

– A possível surpresa: Gravidade não é o tipo de filme que ganha esse Oscar, mas pode surpreender este ano.

11# MELHORES EFEITOS VISUAIS

– O Cavaleiro Solitário, Gravidade, O Hobbit, Homem de Ferro 3, Star Trek

– A aposta óbvia: Gravidade. Duhr.

– A possível surpresa: NENHUMA. DE JEITO NENHUM. IMPOSSÍVEL.

10# MELHOR FOTOGRAFIA

– Gravidade, O Grande Mestre, Inside Llewyn Davis, Nebraska, Os Suspeitos

– A aposta óbvia: Gravidade, encerrando o jejum de Emmanuel Lubezki de cinco indicações sem vitória, e mantendo o jejum de Roger Deakins de 11 “derrotas”.

– A possível surpresa: Seria nenhuma, se o próprio Emmanuel não tivesse um histórico recente. Em 2012, era o favorito indiscutível por A Árvore da Vida, mas acabou perdendo o Oscar para Robert Richardson por A Invenção de Hugo Cabret. Caso aconteça um novo desastre para Emmanuel, Bruno Delbonnel por Inside Llewyn Davis deve se beneficiar. E Lubezki pode desistir de ganhar a estatueta.

9# MELHOR MONTAGEM

– 12 Anos de Escravidão, Capitão Phillips, Clube de Compras Dallas, Gravidade, Trapaça

– A aposta óbvia: Gravidade.

– A possível surpresa: Capitão Phillips acabou ficando de fora de categorias importantes como Diretor e Ator (Tom Hanks). Um prêmio de Melhor Montagem seria um belo consolo.

8# MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

– 12 Anos de Escravidão, Antes da Meia-Noite, Capitão Phillips, O Lobo de Wall Street, Philomena

– A aposta óbvia: 12 Anos de Escravidão. Afinal, o favorito a Melhor Filme não deve ficar de mãos abanando nas outras categorias.

– A possível surpresa: Alguns apostam em Philomena, outros apostam no desfecho da trilogia romântica Antes da Meia-Noite, enquanto Capitão Phillips ganhou o prêmio do sindicato, para o qual Philomena e 12 Anos de Escravidão eram inelegíveis. Conclusão. Muito difícil o prêmio não ir para 12 Anos.

7# MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

– Blue Jasmine, Clube de Compras Dallas, Ela, Nebraska, Trapaça

– A aposta óbvia: Ela. Porque é um roteiro bonito, profundo e bastante original, em um filme muito elogiado.

– A possível surpresa: Se os membros da Academia tiverem ficado doentes e sem dormir por 10 noites antes de votarem, até é possível que tenham votado em Trapaça, em vez de Ela.

6# MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

– Jennifer Lawrence (Trapaça), Julia Roberts (Álbum de Família), June Squibb (Nebraska), Lupita Nyong’o (12 Anos de Escravidão), Sally Hawkins (Blue Jasmine)

– A aposta óbvia: Lupita Nyong’o em sua estreia no cinema.

– A possível surpresa: J-Law. Nunca menospreze o poder que ela tem sobre a Academia. Se ela, sozinha, ganhar o Oscar de Melhor Filme também não será uma surpresa tão grande.

5# MELHOR ATOR COADJUVANTE

– Barkhad Abdi (Capitão Phillips), Bradley Cooper (Trapaça), Jared Leto (Clube de Compras Dallas), Jonah Hill (O Lobo de Wall Street), Michael Fassbender (12 Anos de Escravidão)

– A aposta óbvia: Jared Leto, o versátil ator e cantor se transformou para fazer um transexual. Ponto final.

– A possível surpresa: Estrela em ascensão, Fassbender finalmente foi reconhecido, mas se alguém pode roubar a cena é o estreante Abdi.

4# MELHOR ATOR

– Bruce Dern (Nebraska), Chiwetel Ejiofor (12 Anos de Escravidão), Christian Bale (Trapaça), Leonardo DiCaprio (O Lobo de Wall Street), Matthew McConaughey (Clube de Compras Dallas)

– A aposta óbvia: McConaughey conseguiu virar um ator levado a sério, após grandes atuações nos últimos anos. Além disso, emagreceu bastante para o papel.

– A possível surpresa: Alguns acreditam na primeira vitória de DiCaprio, mas acredito que Ejiofor tenha mais força.

3# MELHOR ATRIZ

– Amy Adams (Trapaça), Cate Blanchett (Blue Jasmine), Judi Dench (Philomena), Meryl Streep (Álbum de Família), Sandra Bullock (Gravidade)

– A aposta óbvia: Blanchett é uma das melhores e mais queridas atrizes de sua geração, e deve ganhar seu primeiro Oscar como atriz principal.

– A possível surpresa: É muito improvável, mas Amy Adams é, atualmente, uma das maiores queridinhas da Academia, e pode, finalmente, ganhar o prêmio. Mas, repetindo – é muito improvável. E caso ainda não tenha ficado claro: é muito improvável.

2# MELHOR DIRETOR

– Alexander Payne (Nebraska), Alfonso Cuarón (Gravidade), David O. Russell (Trapaça), Martin Scorsese (O Lobo de Wall Street), Steve McQueen (12 Anos de Escravidão)

– A aposta óbvia: Cuarón. Basta assistir a Gravidade para entender os motivos.

– A possível surpresa: É difícil entender como o favorito a Melhor Filme é uma possível “surpresa” na categoria de Melhor Diretor. Mas o fato é que McQueen, apesar de ainda ter chances, se vê cada vez mais distante da estatueta.

1# MELHOR FILME

– 12 Anos de Escravidão, Capitão Phillips, Clube de Compras Dallas, Ela, Gravidade, O Lobo de Wall Street, Nebraska, Philomena, Trapaça

– A aposta óbvia: Pelo segundo ano consecutivo, tudo aponta que os prêmios de Melhor Filme e Melhor Diretor não irão para a mesma produção. 12 Anos de Escravidão tem tudo a ver com o Oscar. E sua premiação ainda serviria como um grande pedido de desculpas dos Estados Unidos a todos os negros do país.

– A possível surpresa: Se for para um só filme ganhar os dois maiores prêmio da noite, é mais provável que esse seja Gravidade. Após conseguir um empate com 12 Anos de Escravidão no Sindicato dos Produtores, a aparente impossível vitória do filme de Cuarón já não é mais tão impossível assim. Gravidade é um filme mais ousado, o que pode contar a favor ou contra. Se ganhar, deve levar 8 prêmios para casa, incluindo Melhor Diretor. Se 12 Anos ganhar, deve levar apenas 3. Mas sua ausência na categoria de Roteiro é um forte ponto contra. Pessoalmente, 12 Anos de Escravidão é lindo, mas meu coração me mandaria apostar em Gravidade, mesmo não sendo o favorito.

Resumindo. Um Oscar muito previsível na teoria. Na prática, é um Oscar, ou seja…