Pessoas que falam sozinho não são loucas e, sim, mais inteligentes

Falar sozinho pode parecer coisa de louco. Mas não se engane: esse é um dos segredos das pessoas inteligentes. É o que revela um estudo da Universidade de Illinois, publicado no European Journal of Social Psychology.

Segundo a pesquisa, incentivar a si mesmo (em voz alta ou com mensagens escritas) aumenta a força de vontade e acalma os nervos. Estes recados têm um efeito positivo no cérebro, especialmente se você falar na segunda pessoa.

Então dizer “você chega lá” é mais eficiente do que “eu chego lá”. A razão disso é que, ao ouvir o recado em voz alta, a nossa cabeça ativa a memória de amigos ou familiares nos estimulando.

Como eles chegaram a essa conclusão? Os pesquisadores pediram para um grupo de estudantes completarem anagramas. Metade deles se incentivava na primeira pessoa, a outra metade na segunda pessoa. O grupo que dizia “você” completou mais desafios e, além disso, fez a tarefa mais feliz.

Além disso, um experimento realizado pelo psiquiatra Gary Lupyan constatou que falar sozinho estimula a memória, te mantém focado e ajuda a clarear os pensamentos.

Da próxima vez que você ver alguém falando com si mesmo, então, não dê risada da sua “loucura” – em vez disse, adote o seu inteligente hábito.