Se você gosta de fazer bolão com os amigos, esse app é perfeito

Logo depois da Copa do Mundo do Brasil, em julho, Carlo Dapuzzo (34), Fernando Saragoça (20), Marcel Muller (27) e Rafael Erthal (23) lançaram o aplicativo Footbl para fazer apostas de placar de jogos de futebol. O programa está disponível gratuitamente para o sistema iOS, ou seja, só usuários de iPhone e iPad podem aproveitar para discutir resultados com amigos.

Os criadores do app têm mais de cinco anos de experiência em desenvolvimento. Carlo Dapuzzo gerenciou o produto, enquanto Fernando Saragoça foi o desenvolvedor front-end (etapa inicial do processo de desenvolvimento). Já Marcel Muller cuidou do design e Rafael Erthal foi responsável pelo desenvolvimento back-end (etapa final). O programa está em inglês, para atingir usuários também fora do Brasil.

Com o lançamento recente do iPhone 6 e do iPhone 6 Plus, o El Hombre entrevistou os quatro criadores do Footbl para saber detalhes do app.

De acordo com Carlo Dapuzzo, a ideia surgiu em março deste ano, quando a equipe estava acompanhando as oitavas-de-final da Champions League na Europa. Eles conversaram sobre a ideia de criar um programa dentro de uma cafeteria Starbucks. “Lembro bem que meus amigos no WhatsApp ficavam apostando quem iria vencer os jogos. Nada de grana, só por zoação, uma cerveja ou almoço”, disse.

O gerente notou que o WhatsApp não era o melhor meio para fazer apostas ou bolões, porque os palpites se perdiam nas mensagens “e tudo ficava uma bagunça”.

Por isso, ele fez o que muitos empreendedores pensam na hora de montar um negócio: pesquisou apps de apostas na internet. “Achei os aplicativos ruins. Por isso, tivemos a oportunidade de criar algo que fosse fácil de usar com uma moeda virtual e com aquela mecânica bacana das casas de apostas de Londres”, completa Dapuzzo.

O WhatsApp se transformou em uma referência

whatsapp-el-hombre

O aplicativo de mensagens teve um papel fundamental no desenvolvermos do produto, mesmo não sendo a melhor alternativa para um bolão. A equipe buscou, com ele,  comandos intuitivos, recursos de chat em grupo.

A ideia dos quatro amigos era criar um “WhatsApp de apostas em futebol”.

O programa de mensagens instantâneas influenciou o desenvolvimento front-end, com design que o usuário pode visualizar, e o back-end, que lida com a infraestrutura do aplicativo. Os dados das apostas ficam na nuvem. O app levou dois meses e meio para ficar pronto.

“Eu comecei a trabalhar com Carlo já no Starbucks em meados de março. Começamos a trabalhar juntos ali mesmo. Na mesma semana, trouxemos o Marcel, que já havia trabalhado comigo em outros apps. Depois o Rafael também se juntou ao time”, explicou o desenvolvedor Fernando Saragoça.

O futuro do app

footbl2-el-hombre
Fernando Saragoça (esq.) e Carlo Dapuzzo (dir.)

Carlo Dapuzzo adiantou algumas informações futuras ao ELH. “Teremos grupos especiais ao longo do tempo e estamos negociando uma parceria grande para o futuro. Por enquanto não posso revelar detalhes”, disse à reportagem.

Os desenvolvedores prometem que o Footbl vai receber atualizações constantes, incluindo as que foram pedidas pelos usuários. Um dos recursos possíveis é um gráfico com evolução da carteira de apostas de futebol, além de incluir as principais ligas do esporte no mundo.