Sou um “falso magro”, o que faço?

Toda semana, você sobe na balança e lá está: 75 quilos. Às vezes um pouco acima, às vezes um pouco abaixo. Segundo a conta do IMC, é um peso adequado para sua altura. Ótimo. E quando as pessoas te vêem vestido, parece que está em forma. Mas a barriga não mente quando você tira a camiseta: você não está. Bem-vindo ao mundo do falso magro. Se você está vivendo esta realidade e não consegue sair dela, por mais que mande ver na esteira quando vai à academia, vamos te ajudar a resolver o problema em algumas semanas.

1# ESQUEÇA O PESO

falso magro

O primeiro passo, segundo o especialista Michael Matthews, fundador do site Muscle For Life, é parar de ser obcecado pelo peso. Você não precisa emagrecer mais. O objetivo aqui é melhorar o seu percentual de gordura corporal. Em outras palavras, trocar gordura por músculo.

Um falso magro tem, em média, de 16% a 25% de gordura corporal, diz o personal trainer Will Torres, da academia Manhattan’s Willspace. A sugestão dele é baixar este número para entre 9% e 12%, o que permite ao six-pack aparecer. Se você não sabe como medir, peça na academia; eles certamente poderão ajudá-lo com isso.

2# COMA INTELIGENTE

falso magro

Matthews diz que o falso magro, em geral, comete três deslizes:

  • Restrição severa de calorias;
  • Treino exagerado de cardio;
  • Pouca ênfase em levantamento de peso.

“Para perder gordura corporal, você precisa comer regularmente um pouco menos de caloria do que o seu corpo gasta”, ele diz. O problema é que, ao ingerir caloria de menos, o seu corpo não apenas perde gordura — mas músculos, também.

Afinal, o alimento (1) dá energia para treinar mais forte, (2) providencia proteína para criar novos músculos e (3) acelera o metabolismo.

A questão aqui não é somente comer menos e, sim, comer mais inteligente. Pare de abusar dos doces, fast food, bebidas alcóolicas e carboidratos simples (como pão e massa branca). Invista em proteína magra (frango, peixe), carboidratos integrais, legumes e vegetais.

Outro fator importante é não passar longos períodos de jejum durante o dia; faça várias refeições pequenas em intervalos regulares.

3# PARE DE CORRER TANTO

falso magro

Para perder a barriga, o instinto das pessoas é fazer muito cardio e, normalmente, a musculação fica deixada de lado. Isso é um grande erro, afirma Torres. “Puxar ferro é o caminho mais rápido para trocar gordura por músculo”, ele diz.

A sugestão dele é se focar em exercícios que estimulam diferentes musculaturas ao mesmo tempo, como barra ou supino, e não em treinos isolados, tipo rosca de bíceps.

Exagerar no cardio, segundo Matthews, prejudica o ganho de músculos. Ele afirma que a musculação, inclusive, ajuda seu corpo a queimar gordura. Matthews sugere malhar de 3 a 5 vezes por semana e fazer cardio de 2 a 4 vezes, limitando-se a 30 minutos na esteira ou seja lá qual for seu exercício aeróbico predileto.

4# COMBATA O ESTRESSE

falso magro

Além de treinar com regularidade e comer bem, há algo mais que pode ajudar? Bill Hartman, consultor da Men’s Health, diz que sim. “O falso magro geralmente produz mais cortisol em resposta ao estresse”, afirma. “Mesmo que você tenha mais testosterona do que um rinoceronte num zoológico cheio de fêmeas, o cortisol bloqueia o seu poder.”

Isso acontece porque o cortisol inibe os efeitos do GH, o hormônio do crescimento. Então Hartman sugere dormir 7 a 8 horas toda noite, tirar 1 cochilo ou 2 durante a semana e fazer o que for necessário (meditação, etc) para manter o nível de estresse sob controle.

VÍDEO SOBRE FALSO MAGRO