simulação vivemos

Vivemos numa simulação? A chance é de 50%, diz pesquisador

Será que vivemos numa simulação de computador, no estilo Matrix? Segundo o astrônomo americano David Kipping, da Universidade de Columbia, a chance é de 50% da resposta ser “sim”, noticiou a Scientific American.

A ideia parece maluca, mas quando você para para refletir, não é tanto.

Nós, humanos, estamos caminhando para desenvolver uma inteligência artificial com consciência própria, correto? Levando em consideração que o universo tem 14 bilhões de anos e a Terra, apenas 4 bilhões, é possível que exista alguma civilização mais avançada do que nós em algum lugar do universo.

(O que não é tão difícil, uma vez que podem existir até 6 bilhões de planetas parecidos com a Terra apenas em nossa galáxia, a Via Láctea.)

E se essa civilização altamente avançada decidiu criar uma simulação com bilhões de consciências individuais, como a nossa, para estudar seja lá o que for? Vai saber.

“VIVERMOS NUMA SIMULAÇÃO É IMPOSSÍVEL”, DIZ OUTRO ESTUDO

Mas esse assunto da simulação ainda é controverso no mundo da ciência.

“Um trabalho de físicos da Universidade de Oxford mostrou (…) que não há chance alguma dessa ideia de simulação ser viável neste universo”, escreveu a Super Interessante. “Tudo pelo fato de que o computador capaz de simular nossa realidade simplesmente não poderia existir em condições quânticas normais.”

Simular um universo inteiro, segundo esse estudo, exigiria uma potência computacional que demandaria um número de átomos maior que o total de átomos estimado no próprio universo.