Afinal, você deveria ou não usar sapatênis?

Senhores, hoje vamos falar sobre o polêmico sapatênis. Afinal, seria ele um calçado coringa e versátil, indispensável para a coleção de um homem? Ou uma peça ultrapassada e queima-filme, da qual devemos passar longe? Antes de mais nada, vamos definir com clareza o que é um sapatênis.

Trata-se de um híbrido entre o sapato e o tênis, como seu nome já sugere. Sua proposta é unir a elegância do sapato com o despojamento e conforto do tênis. Olha só uma foto comparando os três modelos, para deixar claro do que estamos falando:

sapatênis sapato e tênis

Reprodução / Pinterest

Deu para notar bem a diferença? Ok. O fato é que o sapatênis divide opiniões. Quem é adepto dele, ama. Quem não é adepto dele, odeia. Mas quem está certo?

O “CERTO” VS “ERRADO” NA MODA MASCULINA

Quando o assunto é moda masculina, raramente existe “certo” ou “errado”, apenas “mais” ou “menos” indicado. Por exemplo, as roupas slim ou skinny estão em alta. Se você usar uma peça de modelagem justa, então, a chance de acertar no visual é alta.

Isso não significa, no entanto, que roupas mais largas necessariamente deixarão você feio. Kanye West, por exemplo, gosta da linha oversized (olha aqui um exemplo) e foi eleito pelo “GQ” um dos 20 homens mais estilosos do mundo em 2015.

Acontece que é bem mais difícil acertar no look apostando no oversized. Prova disso é que a maioria esmagadora dos homens na lista da “GQ” adota a modelagem justa.

sapatenis

Shutterstock

JOGANDO SEGURO COM O SAPATÊNIS

Essa lógica acima pode se aplicar também ao sapatênis. Usá-lo não é um erro, tampouco um acerto. Simplesmente existem prós e contras que devem ser levados em consideração.

O ponto forte — e ao mesmo tempo fraco — do sapatênis é a sua neutralidade. Ele é um calçado discreto: em geral traz cores sóbrias, tipo marrom ou bege, e sola baixa. Sendo assim, o sapatênis dificilmente vai afetar um look casual, para o bem ou para o mal.

É uma aposta segura, como jogar no par ou ímpar da roleta. Você ganha ou perde pouco, não há riscos. Se o seu objetivo é esse, ótimo.

OUSANDO COM OUTROS MODELOS

Mas muitos homens, hoje em dia, querem ir um passo além — e usar aquele visual matador. O calçado tem um papel fundamental nisso. Caso você esteja neste grupo, o sapatênis não vai te ajudar, sinto dizer.

Será preciso ousar mais. Por exemplo, usando um tênis branco, sem meia aparente e dobrando a barra da calça, criando o famoso mankle, sobre o qual já falamos aqui. Ou até mesmo um sneaker mais chamativo.

A bota também é garantia de personalidade ao look. Um modelo específico que está bombando é a Chelsea. E que tal um sapato corajoso, como o monk strap ou um brogue? Se você quiser saber mais deles, veja neste guia sobre sapatos que fiz.

sapatênis brogue

A segurança do sapatênis e a ousadia do brogue (modelos do Mr. Porter)

RISCO VS RECOMPENSA

Estas peças que citei acima trazem certa dose de risco. Aquele seu amigo da faculdade ou do escritório, que não é ligado em moda, talvez tire sarro. Por exemplo, dizendo que lá na roça tá cheio de gente usando bota como a Chelsea.

Mas as pessoas que gostam de moda — seja o chefe da empresa ou uma garota que você pretende chamar para sair — vão notar e admirar o seu look.

Cabe a você decidir o que combina mais com a sua personalidade: a segurança do sapatênis ou a ousadia dos outros modelos. Não há “certo” e “errado”, apenas a melhor opção para cada objetivo.

Mas se você perguntar a minha opinião pessoal, eu definitivamente sugiro a ousadia — que deve ser sempre praticada com sabedoria, buscando boas fontes de informação, referência e inspiração. A vida fica mais interessante quando saímos da nossa zona de conforto. E isso serve também no que usamos para cobrir os nossos pés.

VÍDEOS RELACIONADOS