fbpx
sexta-feira, julho 12, 2024
InícioAtitudeDesenvolvimento Pessoal10 dicas para perder o medo de falar em público

10 dicas para perder o medo de falar em público

Quando eu era criança, era o rei dos tímidos. Para vocês terem uma ideia, minhas apresentações do colegial foram todas feitas no Power Point e se apresentavam sozinhas, sem que eu nem tivesse de apertar o botão.

No entanto, quando fui para a faculdade, inevitavelmente percebi que, se queria ser docente ou pesquisador, eu teria de apresentar diversas palestras na vida. E, para isso, teria de perder o medo de falar em público.

Resultado? Foi estudar o assunto.

Existe um transtorno chamado “fobia social”. É normal que as pessoas tenham graus distintos de timidez. Umas conseguem ser mais espontâneas em público, outras travam.

Mas a fobia social é diferente: ela compromete a sua vida de tal forma que só de pensar na apresentação do seu TCC, no final da faculdade, você já está pensando em nem prestar o vestibular.

Ou, então, a pessoa passa a semana anterior com desarranjos intestinais, ansiedade inexplicada, taquicardia, suor frio e outros sintomas.

E isso não é assim tão raro, acredite você. Segundo uma pesquisa nacional, o maior medo do brasileiro é falar em publico, com 15,3% de citação entre os entrevistados, ficando à frente até mesmo de morte, que apavora 12%,1 da população nacional.

A boa notícia é que existe tratamento para isso. Psicólogos utilizam a terapia comportamental e psiquiatras podem prescrever medicamentos que auxiliam no controle do nervosismo. Assim, a pessoa consegue dominar o seu medo.

Mas como vencer a timidez? Se até a fobia social tem cura, você, meu amigo tímido, também tem. Existem diversas técnicas para você conseguir fazer uma apresentação de sucesso. Vamos a algumas dicas:

1# TREINE NA FRENTE DO ESPELHO

É uma técnica dos meus professores de alemão. Vá para a frente do espelho, fale toda a sua apresentação quantas vezes for necessário até tê-la de cor na cabeça. E pode falar o quão alto quiser, porque não tem mais ninguém para ouvir.

2# COMECE COM PEQUENOS PÚBLICOS

Uma vez memorizado o seu texto, treine com pequenos públicos, como familiares e amigos, que podem lhe dar um feedback de como você está indo e que certamente não vão rir da sua cara se você escorregar.

3# FAÇA UMA APRESENTAÇÃO DE POWER POINT

Isso é essencial. Boa parte do medo que a pessoa tem de apresentar vem do fato de poder esquecer algo. Faça uma apresentação digital sucinta, contendo palavras-chave de cada item que você terá de falar. Isso será de grande ajuda.

4# SAIBA QUE AS PESSOAS NÃO ESTÃO JULGANDO VOCÊ

A não ser que você esteja em uma banca examinadora, claro, o público não está avaliando sua apresentação. O que eles querem é o conteúdo e estão basicamente interessados só nisso. O que nos leva ao próximo item.

5# O PÚBLICO SABE MENOS QUE VOCÊ SOBRE O ASSUNTO

E isso é ótimo de lembrar. Na maioria dos casos você fará uma apresentação de um assunto sobre o qual você estudou – e muito – e os outros não.

Muitas vezes ficamos inibidos pensando que quem está lá no público sabe mais do que nós e irá nos julgar porque erramos isso ou aquilo. Ou pior, levantar e nos corrigir no meio da palestra.

Mas não é verdade – até nas defesas de teses de doutorado, no geral, o apresentador sabe mais que o resto. Ter isso em mente lhe trará muito mais confiança na sua apresentação.

6# OLHE PARA O FUNDO DA SALA

É uma técnica que eu particularmente não gosto, mas ajuda muito os iniciantes. Olhar para a plateia pode ser muito intimidador, e focar o fundo da sala justamente evita isso. Porém, quando for se acostumando, prefira circular seu olhar pelo público, pois isso dá uma empatia e uma qualidade de apresentação melhores.

7# USE ROUPAS ESCURAS

Seu medo é de suar e aparecer aquela famosa pizza nas axilas ou o rio nas suas costas? Opte por roupas escuras, que não fiquem marcadas com o suor. Além disso, ande com um lenço para poder secar a testa, o que, além de ser muito mais educado, só dará a impressão de que você está com calor e não de que está desesperado.

8# QUEBRE O GELO

Comece com uma piada — se puder, claro — porque isso sempre quebra o clima tenso do início da apresentação. Logicamente, não vá usar uma piada idiota, do tipo do português ou machista.

No geral, é mais interessante algum comentário espirituoso, às vezes até mesmo sobre a apresentação anterior, ou algo relacionado ao seu tema ou à sua profissão.

Outra opção é identificar algum conhecido na plateia, o que lhe dará mais confiança. Se não tiver ninguém, tente conhecer alguém nos primeiros cinco minutos antes de sua apresentação.

Para desenferrujar, você também pode agradecer ao convite e aos organizadores, o que lhe dará alguns segundos de tranquilidade antes de começar a falar.

10# TOME ÁGUA

Segurar um copo na mão sempre nos dá um pouco mais de tranquilidade, além de passar a impressão de estarmos mais desencanados. Além disso, o tempo gasto nos goles lhe dará alguns segundos de paz e planejamento do que falar.

11# EVITE MOSTRAR OS TREMORES

Está com as pernas bambas? Ande pelo palco. Está com as mãos trêmulas? Em vez de usar o pointer como um raio contínuo, apenas aponte intermitentemente para onde quer. Nem vai parecer que está tremendo.

Fui treinando todas estas técnicas ao longo do tempo e, embora no começo da faculdade ficasse muito nervoso, hoje em dia não tenho qualquer dificuldade de apresentar palestras, com ou sem o Power Point ao meu lado.

É tudo uma questão de treino e de dar a cara para bater. As primeiras sempre serão ruins, mas não desanime: logo vai melhorar.

VÍDEOS EM DESTAQUE

David Nordon
David Nordon
David Nordon é médico e escritor.