escolhas

4 escolhas que separam fazedores e sonhadores | Polímata #3

Pedro Nogueira
Pedro Nogueira Editor-Chefe

Senhores, hoje quero compartilhar com vocês um pouco da sabedoria do Warren Buffett, sobre algumas escolhas importantes para a nossa vida. Para quem nunca ouviu falar dele, o cara é simplesmente o maior investidor do mundo. Tem uma fortuna de mais ou menos US$ 80 bilhões. Ele é sócio da Apple, Coca-Cola, American Express, General Motors, Visa, Mastercard e Amazon, só para ficar em alguns exemplos.

Uma coisa que o Buffett adora fazer é dar conselhos de vida para a galera mais jovem, que tá batalhando ainda para conquistar seu espaço no mundo dos negócios. Aliás, uma curiosidade: ele tem 90 anos e continua completamente ativo, tanto de cabeça quanto fisicamente.

Eu tava vendo uma matéria da revista americana Inc sobre 4 escolhas que separam fazedores e sonhadores, nas palavras do Warren Buffet. Então achei que valia a pena compartilhar com vocês. Bora lá dar uma olhada:

1# ESCOLHA BEM OS SEUS AMIGOS

Você vai se mover na mesma direção que as pessoas com as quais convive. (…) Seus amigos vão influenciar na sua formação ao longo da vida. Então faça bons amigos, mantenha-os pelo resto da vida, e que eles sejam pessoas que você admira.

Vamos colocar em contexto essa frase do Warren Buffett. Ele não tá falando para você ser interesseiro, fazer amigos ricos. Ele tá falando sobre pessoas que você admira do ponto de vista de personalidade, não material. Pessoas inteligentes. Pessoas que trabalham duro. Pessoas generosas. Pessoas leais. Pessoas corajosas. Pessoas honestas. Porque a convivência cotidiana com alguém influência muito na nossa formação. Então se você andar com pessoas superficiais, malandras, preguiçosas, de alguma maneira aquilo vai te influenciar inconscientemente.

2# VÁ PARA A CAMA UM POUCO MAIS INTELIGENTE TODO DIA

É assim que o conhecimento se acumula: como juros compostos.

Ok, mas como fazer isso? A resposta é bem simples: lendo. E não tô falando de ler meme de WhatsApp e Facebook, eu tô falando de livros mesmo. E bons artigos também. O Warren Buffett uma vez falou que dedica 80% do seu tempo de trabalho lendo. Parece loucura, né? Só que aí o que acontece: quando ele vai executar as ações, nos outros 20% do tempo, já sabe exatamente o que precisa fazer. Porque leu, refletiu, aprendeu. Aí ele toma decisões inteligentes, porque tem informação e conhecimento.

3# DESENVOLVA SUAS CAPACIDADES DE COMUNICAÇÃO 

O melhor investimento que você pode fazer é em você mesmo. (…) Uma maneira fácil de ser 50% melhor do que você é hoje é afiando a sua capacidade de comunicação, tanto escrita quanto verbal.

Olha só, o maior investidor do mundo, um cara que é sócio da Apple e da Coca-Cola, dizendo que o melhor investimento que existe é em você mesmo. Em outras palavras, isso significa “estudar” e “praticar”. Unir teoria e prática. Então se você tem preguiça de estudar, precisa rever seus conceitos. Você quer ser bom em alguma coisa? Vai lá e estuda tudo que você achar sobre o assunto. Faça cursos, leia livros, veja vídeos no YouTube sobre esse tema… Aí pega esse conhecimento todo e pratique. Treine. Só assim você realmente vai ficar bom naquilo.

4# DIGA NÃO E SEJA SELETIVO COM SUAS ESCOLHAS

A diferença das pessoas muito bem-sucedidas é que elas falam não para quase tudo.

Para finalizar, você precisa aprender a dizer “não” para as pessoas. Não precisa ser grosseiro, claro. Você pode dizer não com educação e gentileza. Mas para de dizer “sim” para todo mundo. O recurso mais valioso que a gente tem é o tempo. Então pare de desperdiçar o seu com besteiro. Diz “não” para os convites que não te interessam. Diz “não” para aqueles vídeos viciantes do TikTok. Óbvio que eu não tô falando literalmente, tô falando no sentido de ignorar esse monte de besteiro que a gente vê todo dia no TikTok, no Instagram, no Facebook… Diz “não” para aquelas conversas inúteis no do WhatsApp. Sai dos grupos que não agregam nada à sua vida, ou pelo menos desliga as notificações no celular para aquilo não ficar te atrapalhando durante o dia… Enfim, faça do “não”, tanto o silencioso quanto o verbal, uma parte da sua rotina. Direciona as suas escolhas aos seus objetivos pessoais.