5 dicas para expandir a sua zona de conforto

Poucos dias atrás falamos aqui no El Hombre sobre o que é zona de conforto e demos algumas razões para nunca pararmos de expandi-la. Para resumir, trata-se de espaço no qual as atividades se enquadram num padrão que minimiza o sentimento de risco. Mas para crescer e evoluir na vida, é essencial quebrar essas barreiras. Como fazer, então, para expandir a sua? Reunimos algumas dicas para ajudá-lo nesta empreitada:

1# FAÇA TRABALHO VOLUNTÁRIO

Na minha opinião pessoal, essa é a melhor maneira de expandir a sua zona de conforto. Entrar em contato com realidades distintas daquela em que você vive, expandindo seus horizontes e se deparando com questões novas, é uma das maneiras mais úteis para crescer como pessoa. Como se não bastasse o prazer decorrente da sensação de que fizemos o bem para outras pessoas, estaremos ajudando também a nós mesmos.

2# VIAJE MUITO (E VIAJE SOZINHO)

Sabe aquela viagem que você sempre quis fazer, mas sempre procrastinou? Tire-a do papel, seja na companhia dos amigos — ou sozinho.

Viajar com outras pessoas é maravilhoso, e em muitos casos também nos auxilia a deixar a nossa zona de conforto, mas realizar essa experiência por conta própria pode ser muito interessante. (Inclusive temos um texto aqui no El Hombre com 10 razões pelas quais viajar sozinho transforma você num homem melhor.)

Ao viajar, procure interagir com os moradores locais, experimentar a culinária da região e conhecer não apenas as principais atrações turísticas, mas também experimentar a vida cotidiana dos habitantes da cidade.

3# AMPLIE OS SEUS CONHECIMENTOS

São múltiplas as maneiras de ampliarmos os nossos conhecimentos, e você pode escolher qualquer uma delas. Aprenda uma nova língua. Invista em livros e em documentários. Faça cursos.

Nesse caso, fazer uma pesquisa prévia é imprescindível. Se a sua intenção for aprender a falar tagalog, por exemplo, procure as melhores escolas de tagalog da cidade. (Nota do editor: tagalog é filipino.) Fale com as pessoas, observe-as. A pesquisa nos oferece conhecimento, e o conhecimento aumenta a nossa confiança.

4# ADOTE NOVOS HOBBIES

Aprenda a tocar um instrumento. Se matricule numa aula de esportes. Compre um livro de receitas. Crie um blog (ou um canal no YouTube) de um assunto que te interessa. Faça móveis de madeira. Comece a praticar uma arte marcial. Entre num torneio de poker. Tanto faz, o importante é arriscar-se numa atividade que foge do seu domínio. Apenas não faça tudo ao mesmo tempo, é claro, senão vai enlouquecer! Rs.

5# TENHA PACIÊNCIA E VÁ AOS POUCOS

Expandir a zona de conforto não é fácil, então não tenha medo de começar devagar. Identifique os seus medos e os enfrente aos poucos. Além disso, é importante manter a positividade mesmo nos momentos mais difíceis. Lembre-se sempre do seu propósito de desenvolvimento pessoalisso vai te dar um gás extra nas dificuldades.

E fiquem atentos, senhores. O conforto excessivo corta a nossa produtividade, mas a ausência completa deste o faz da mesma maneira. Ao ultrapassarem determinado limite, a ansiedade e o estresse não são nem um pouco úteis, tornando-se obstáculos.

Alina Tugend colocou a questão da seguinte maneira no New York Times: “Quando nos sentimos ligeiramente desconfortáveis, podemos atingir resultados que nunca pensamos que atingiríamos. Mas é importante nos lembrarmos do fato de que não somos obrigados a nos desafiar o tempo todo. É bom dar um passo para fora da nossa zona de conforto, e é igualmente bom ter a oportunidade de voltar para dentro dela caso precisamos disso”.

VÍDEO EM DESTAQUE