Como conciliar uma nova namorada com os amigos?

Um leitor do El Hombre me escreve com uma dúvida: como conciliar os amigos com o namoro?

Ele está no dilema que todo mundo passa quando está se relacionando: prioridades. O mundo mudou, mas continuamos a ter apenas 24 horas para dividir entre tudo e todos.

Ele conta que os amigos o chamam para os eventos de última hora e ele fica rendido. Não sabe se aceita ou não. Quando aceita acha que está fazendo algo errado porque também avisa a namorada de última hora e ela fica irritada.

Há casais que fazem tudo juntos e respeitam o espaço um do outro. Há aqueles que mal sociabilizam, mas para a grande maioria um pouco de espaço na relação sempre ajuda. Faz o outro querer voltar, ter o que falar.

Muitas vezes a mulher quer sair junto com você ou vice-versa, não tem problema se vocês têm os mesmos interesses, mas se é sempre assim, podem estar ignorando um fato importante: vocês são duas pessoas diferentes.

É fundamental estar em uma relação onde a outra pessoa sabe e aceita que você precisa de um tempo para fazer suas próprias coisas, do seu jeito e que encontrar amigos é saudável. O que precisa ficar claro é que querer sair sozinho não é por e para fazer sacanagem, não é rejeição a ela — é só uma das formas de se manter feliz na relação.

Se você se une a outra pessoa sem espaço para respirar, vira fusão e você perde de vista os motivos que o fizeram se apaixonar. Nessa hora o brilho da relação pode ir embora e virar um tédio. E não é isso que você quer, certo?

O que não dá também é achar que uma mulher vai ficar com alguém que deixa de notá-la porque os amigos são sempre mais interessantes e você só sai com eles. Quem se preocupa deixa isso muito claro.

Você quer que sua namorada se sinta especial por um motivo apenas: ela é.

A expectativa dela não é irreal, ela espera que você continue se preocupando. Mulher gosta de atenção. Se ela não sentir isso, não vai se sentir especial vai sentir-se preterida e, de alguma forma, isso não é justo.

Tem outro pensamento que pode ser nebuloso para você, caro leitor. Se você pode, ela também pode, por mais que a sociedade ainda seja machista. Você gostaria que sua namorada tivesse o mesmo tipo de comportamento que você tem?

Como diz Arnaldo Cezar Coelho, a regra é clara: não faça com o outro o que você não quer que façam para você.