Project CARS arrecadou mais de US$ 3 milhões em plataforma de financiamento coletivo e elevará a realidade dos jogos de corrida a níveis inimagináveis.

project-cars-2-el-hombre

Isso não é uma foto

Depois de alguns adiamentos, de fevereiro até maio, Project CARS, projeto de game mais ambicioso dos britânicos do Slightly Mad Studios com distribuição da Bandai Namco, chega em 7 de maio na Europa e no dia 12 nos Estados Unidos.

O jogo promete ser o mais perfeito simulador de corrida em mundo aberto, e conseguiu um financiamento coletivo de US$ 3,142 milhões pelo site World Of Mass Development.

Pensado desde 2012, o game aposta em realismo para superar franquias consolidadas como Gran Turismo e Forza Motorsport. E como eles querem mudar isso? Consultando pilotos reais e apostando de maneira pioneira em equipamentos de realidade virtual.

Uma física próxima da realidade

A equipe do Mad Studios entrou em contato com Ben Collins, piloto de Fórmula 3 e Stock Car. Famoso, Collins já pilotou os carros de James Bond nos filmes mais recentes de Daniel Craig, como Casino Royale, Quantum of Solace e Skyfall.

Outro especialista consultado foi o corredor inglês Nicolas Hamilton, irmão do astro da Fórmula 1 Lewis Hamilton. Por fim, a produção também conversou com Oliver Webb da Indy.

A participação de pilotos profissionais tentou tornar Project CARS um jogo bem mais próximo da realidade, com colisões e desempenho de pneus muito diferentes de games concorrentes.

Mas há outro fator de realismo.

project-cars-5-el-hombre

Óculos de realidade virtual

O game foi pensado quase desde seus primórdios para óculos de realidade virtual. Ele chegará para PC compatível com o novíssimo Oculus Rift, aparelho comprado pelo Facebook. A ideia é tornar a experiência de pilotar um carro esportivo de luxo ainda mais real. O game também terá suporte para 30 modelos diferentes de volantes, segundo seus criadores.

Para quem tiver um PlayStation 4, o jogo conseguiu verba o suficiente para ser desenvolvido também para o óculos Morpheus.

O título chegará igualmente para Xbox One (XONE), enquanto as versões para Nintendo Wii U, Linux e na loja Steam devem chegar mais para frente, ainda em 2015.

Muitas pistas, muitas novidades

Quer correr bastante, hombre? O jogo terá 110 pistas segundo seus criadores e 80 possantes, que oscilam entre carros esportivos, karts e até veículos de Fórmula 1. Espere também muitas novidades correndo, porque o clima pode mudar. O game terá pistas com chuva, sol e climas variados.

Com alto processamento gráfico e uma mecânica mais realista, você terá que aprender a controlar seu carro em ambientes variados. Serão até 45 pilotos disponíveis para comandar.

project-cars-3-el-hombre

Alta tecnologia

O game também funcionará em 60 quadros por segundo em seu processamento, o que dará maior fluidez aos seus movimentos. Tamanha velocidade necessitará de uma placa de vídeo top de linha.

Para se ter uma ideia da potência do game, na versão para PC a desenvolvedora garante que a resolução de vídeo máxima poderá ser de 12 K. Isso seria equivalente a três monitores de alta performance com 3 K.

O que podemos concluir?

Project CARS pode ser o simulador de carro definitivo da atual geração de videogames e um dos maiores crowdfundings internacionais.

Entre os projetos de financiamento coletivo com o público, ele é a maior iniciativa entre jogos de corrida e a 27º maior entre todas. O título fica atrás de outros grandes projetos de 2015, como Mighty No. 9 (o jogo do criador de Mega Man, que acumulou US$ 4 milhões) e o recordista do Kickstarter Star Citizen (US$ 81 milhões).

Está ansioso para colocar as mãos em no jogo? Confira o trailer abaixo: