Há 2 maneiras de lidar com o fracasso. Qual você vai escolher?

O presidente americano John Kennedy foi um dos oradores mais brilhantes da história. Em seus discursos, ele gostava de contar uma história muito inspiradora, de que a palavra chinesa para crise era um ideograma formado pela junção de perigo + oportunidade. Nada como um sussurro da sabedoria oriental para iluminar as nossas vidas, né?

Para ser honesto, estudiosos do mandarim — o idioma chinês — revelaram depois que essa expressão estava equivocada do ponto de vista linguístico. Mas no que diz respeito ao conceito, não há como discordar de Kennedy. Os momentos mais difíceis da vida são aquelas que nos oferecem as melhores oportunidades de crescimento, desde que você saiba lidar com seus fracassos da maneira correta.

OPÇÃO 1# – SENTIMENTO DE DERROTA

Ao fracassar, a maioria das pessoas adota uma mentalidade de derrota, como se o episódio fosse provocar sua ruína. Isso resulta em atitudes pessimistas, que não ajudam em nada a remediar a situação. Você começa a acreditar que é um fracassado — e isso acaba se tornando realidade. Mas não por causa do ocorrido e, sim, devido ao seu mindset.

OPÇÃO 2# – SENTIMENTO DE APRENDIZADO

As pessoas bem-sucedidas, por outro lado, encaram os fracassos sob uma ótica de aprendizado. Elas compreendem que os riscos fazem parte da vida — e que nem sempre podemos acertar. Mas se o resultado às vezes foge do nosso controle, ao menos podemos decidir como lidar com a situação. E não há maneira melhor do que aprendendo com os erros.

CRISE = PERIGO + OPORTUNIDADE

Quando tudo está dando certo em nossas vidas, é raro que a gente saia da zona de conforto. Só que isso pode levar à estagnação, o que cobra um preço alto no longo prazo. Paramos de inovar, de nos reinventar, de nos atualizar. Por isso as crises oferecem uma grande oportunidade a nós. Você pode sair delas mais forte — ou se render às circunstâncias. Cabe a você decidir qual caminho vai seguir.

VÍDEO EM DESTAQUE