O poder do contágio social e seus perigos para nós

Você já ouviu falar de contágio social? Em poucas palavras, essa é uma tendência que temos de repetir comportamentos que são realizados perto de nós.

E nem sempre se trata de algo voluntário. Claro, há vezes em que tentamos imitar os outros, como quando nos vestimos do mesmo modo que nossos amigos. No entanto, é frequente que não estejamos cientes do fato de que estamos copiando aqueles ao nosso redor.

Pesquisas indicam que tais imitações involuntárias contemplam as mais diversas áreas da vida e levam-nos a alterar nosso discurso, nosso midset, nosso tom de voz, nossos gestos, nossos maneirismos e nossas posturas, entre outras coisas.

Mais: não estamos imunes sequer a imitar as expressões faciais, os humores e as emoções daqueles que nos cercam! Acredita?

O PODER DA INFLUÊNCIA SOBRE NÓS

As roupas que usamos, a linguagem que utilizamos, os alimentos dos quais gostamos, as músicas que escutamos, nosso humor e até mesmo nosso peso consistem em fatores que são em parte determinados pela comunidade na qual vivemos.

Em poucas palavras, ao mesmo tempo em que moldamos o ambiente no qual atuamos, somos também moldados por ele

Isso não significa que não tenhamos gostos e opiniões próprias, mas o fato é que aqueles que se encontram próximos a nós influenciam os nossos pensamentos, atos e até mesmo o que sentimos a nosso próprio respeito.

E, em última instância, afetam também o quão felizes, bem-sucedidos e saudáveis somos.

USANDO O CONTÁGIO SOCIAL A NOSSO FAVOR

Ao entendermos o poder do contágio social, é possível que tiremos bom proveito dele. E, de fato, um dos melhores modos de fazê-lo é nos cercando de pessoas que exerçam efeitos positivos sobre as nossas personalidades e, de maneira mais ampla, as nossas vidas.

Busque estar sempre cercado de pessoas que o inspirem a ser a sua melhor versão, que o motivem a alcançar os seus objetivos, que o ajudem a fazer as mudanças imprescindíveis para o seu bem-estar e que comemorem os seus êxitos.

E não se esqueça que, estando consciente da diferença que cada um de nós pode fazer no que se refere ao ambiente em que atuamos, você também tem o dever de exercer a melhor influência possível sobre as demais pessoas.

Quando encontramo-nos cercados pelas pessoas certas e, a partir de um árduo processo de aprendizagem, nos tornamos mais equilibrados, autoconfiantes e conscientes. Com isso sempre temos muito a oferecer ao mundo.

VÍDEO EM DESTAQUE