O que é inteligência emocional e será que você tem?

Você já ouviu falar em inteligência emocional? Todo mundo conhece o QI, a sigla para quociente de inteligência. Ou seja, a capacidade cognitiva de um sujeito, que o faz refletir com lógica e pensar com coerência.

Algumas pessoas acham que o QI é um atributo estático; você tem o seu e pronto! Mas estudos já provaram que você pode aumenta-lo ao longo da vida, incorporando bons hábitos à sua rotina.

Mas por que tantas pessoas com QI alto acabam tendo problemas recorrentes na carreira e na vida pessoal? Isso é muito comum de acontecer. E a explicação está numa sigla menos conhecida por nós: QE.

O quociente emocional é tão importante quanto a inteligência bruta para sermos bem-sucedidos. Aliás, alguns especialistas defendem que o QE é até mesmo mais importante. Por isso devemos dedicar uma boa parcela de nossa energia para desenvolvê-lo.

O SIGNIFICADO DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Mas o que significa exatamente ter inteligência emocional? Trata-se de dominar cinco elementos, segundo um dos grandes especialistas da área, Daniel Goleman, que é psicólogo, pesquisador e autor best-seller:

1# Autoconhecimento
2# Controle das emoções
3# Automotivação
4# Empatia
5# Habilidades sociais

O ingrediente central do QE, como o nome já sugere, está nas emoções. Você saber reconhecê-las; lidar com elas; usá-las a seu favor; e para o bem daqueles ao seu redor. Por isso de pouco adianta ter um QI alto e um QE baixo, pois faltará equilíbrio emocional para você levar a sua vida com harmonia.

Então chegamos à grande questão: como andam suas capacidades nesses cinco elementos?

Faça essa reflexão e anote num papel quais são as áreas da sua vida emocional em que você precisa melhorar. Depois, é uma questão de prestar atenção às suas atitudes e batalhar para desenvolver uma maior controle de suas emoções.

VÍDEO EM DESTAQUE