fbpx

Primeira marca de maconha mundial será de quem? Do Bob, é claro

Thiago Sievers
Thiago Sievers Head de Parcerias

Se você tivesse que arriscar qual seria a inspiração para a primeira marca de maconha do mundo, qual seria o seu chute, sem pensar muito?

Pois bem, você sempre esteve certo: Bob Marley será mesmo o personagem por trás da primeira marca de maconha global da história.

O anúncio foi feito pela empresa americana Privateer Holdings nessa terça-feira, dia 10. O diretor executivo do empreendimento está bastante animado com a ideia: “Bob Marley começou a militar pela legalização da cannabis há mais de 50 anos. Nós vamos ajudar a continuar esta ação.”

Quanto à qualidade da erva, podemos esperar o melhor. Sua filha Cedela Marley, em entrevista à NBC, disse que essa será “uma das melhores marcas de cannabis, enraizada na vida e no legado do cantor jamaicano”. E também acrescentou: “Meu pai ficaria tão feliz de ver as pessoas entendendo o poder curador da erva.”

Eles pretendem comercializar não apenas a maconha, mas também acessórios que ajudem no consumo do fumo e outros produtos como cremes.

Logo na página inicial do site oficial nós lemos:

A Marley Natural nasceu do profundo respeito do Bob Marley ao poder da natureza de curar e nos inspirar. Fiel aos seus ideais, nós cultivaremos ótimas cannabis, aromas tropicais e acessórios artesanais que celebrem a vida, despertando o bem-estar e nutrindo uma conexão positiva com o mundo.

Puxa, parece o próprio Bob falando com sua voz arrastada, não?

E o vídeo de divulgação do projeto também traz dizeres bem particulares à cultura que o jamaicano disseminou no mundo:

Na visão de Bob Marley por um mundo melhor, um mundo unido pelo amor, respeito e justiça social, ele advogava pelo poder positivo “da erva”. Para libertar nossa criatividade, para encorajar nossa reflexão e como a cura da nação. Quando você fuma a erva, ela te revela para você mesmo.

Mas os fãs da planta ainda terão que esperar um pouco par poder compar os produtos da Marley Natural, pois eles provavelmente só serão comercializada no final de 2015.

Além disso, não serão vendidos em qualquer lugar, é claro, mas apenas onde há a permissão para o uso livre da maconha.

Enquanto isso você vai ter que continuar se virando.