fbpx
sexta-feira, julho 19, 2024
InícioLifestyleSaúde5 sinais de alerta de que você não está recebendo vitamina D suficiente

5 sinais de alerta de que você não está recebendo vitamina D suficiente

Você provavelmente já ouviu muito sobre quais vitaminas e suplementos deve tomar para impulsionar seu sistema imunológico e manter seu corpo saudável. Isso inclui tudo, desde zinco até vitamina C e vitamina D. A ingestão adequada de vitamina D, a vitamina “do sol”, está ligada a um sistema imunológico saudável, energia equilibrada e saúde cognitiva, entre muitos outros benefícios positivos para a saúde. Como a luz solar é uma das fontes mais fortes de vitamina D e porque não há muitos alimentos fontes dessa vitamina, é comum as pessoas terem deficiência durante alguns períodos, e muitos americanos são deficientes nela em geral.

Obtemos vitamina D do sol através da absorção de raios UV pela nossa pele, e há alguns alimentos que contêm naturalmente vitamina D, como peixes gordurosos, fígado de boi e gema de ovo. Você também pode encontrar alimentos e bebidas fortificados com essa vitamina, como cereais fortificados, leite, suco de laranja e iogurte. Mas pode ser difícil para as pessoas, especialmente aquelas que seguem uma dieta vegana ou vegetariana, obter vitamina D através de sua alimentação. E com a luz solar sendo menos frequente durante o inverno, pode ser muito fácil ficar deficiente neste nutriente importante.

Como podemos saber se não estamos obtendo vitamina D suficiente? Para saber sobre alguns sintomas comuns de deficiência de vitamina D que são sinais de alerta de que você pode querer fazer um exame de sangue para deficiência de vitamina D, conversamos com as nutricionistas Amy Goodson, MS, RD, CSSD, LD e Lauren Manaker, MS, RDN. Leia em seguida e confira Os 10 Melhores Alimentos Para Impulsionar Sua Imunidade.

1# Você fica doente com frequência

Ambas as nossas nutricionistas dizem que a vitamina D é fundamental para ajudar nosso sistema imunológico, e “ela equipa nossos corpos para combater vírus e bactérias de forma eficaz”, diz Manaker. Mas por causa do apoio da vitamina D à saúde do nosso sistema imunológico, um sinal comum de deficiência é se você está ficando doente mais frequentemente.

“A deficiência pode levar a uma resposta imune enfraquecida, tornando os indivíduos mais suscetíveis a infecções e doenças”, diz Goodson. Manaker acrescenta: “Se você se encontra continuamente lutando contra um resfriado após o outro, pode ser devido a níveis insuficientes deste nutriente crítico em seu sistema.”

2# Você experimenta mudanças de humor ou depressão

Você já recebeu a recomendação de um suplemento de vitamina D durante o inverno? Como obtemos muita vitamina D da luz solar, somos mais suscetíveis à deficiência durante os meses de inverno, quando o sol não é tão forte ou não aparece por tanto tempo. Isso não afeta apenas a saúde do nosso sistema imunológico, mas também pode impactar nosso humor. Como nosso humor está conectado à vitamina D? Manaker observa que “a vitamina D desempenha um papel importante na regulação do humor”, e Goodson diz “Há evidências sugerindo uma ligação entre baixos níveis de vitamina D e transtornos de humor, incluindo depressão.” Pesquisas também mostraram consistentemente que baixos níveis de vitamina D estão ligados a maiores sintomas de ansiedade e depressão.

Manaker diz: “Um sinal mais negligenciado de deficiência de vitamina D são mudanças de humor, particularmente depressão ou um sentimento de tristeza persistente.” Se você está experimentando alguns desses sintomas, a vitamina D pode ajudar.

No entanto, há muitas razões pelas quais você pode ter oscilações de humor ou sintomas de depressão que vão além de uma deficiência de vitamina D. Se isso é algo que você está sentindo, é importante entrar em contato com um profissional de saúde.

3# Você se sente fatigado

Outro sinal de que você não está obtendo vitamina D suficiente pode ser a sensação de fadiga e cansaço constante. Isso ocorre porque “a vitamina D está envolvida na produção de energia dentro do corpo”, diz Goodson.

Isso é diferente do cansaço devido a uma agenda lotada ou por não dormir bem. Manaker diz que, se você tem uma deficiência de vitamina D, “Você pode se sentir constantemente cansado ou ter dificuldade para passar o dia por falta de energia, apesar de descansar o suficiente.”

As pesquisas mostram esse impacto também. Um estudo publicado no North American Journal of Medical Sciences descobriu que, em pacientes com “condições médicas crônicas estáveis” que estavam enfrentando fadiga, a terapia com vitamina D ajudou nos níveis de fadiga.

4# Você sente dor muscular

Este é um sinal que muitas pessoas podem não pensar, mas se você está sentindo dor muscular que não está associada à sua rotina de academia ou sentimentos consistentes de fraqueza, pode estar relacionado à deficiência de vitamina D.

“A vitamina D é importante para a função muscular, e níveis inadequados podem levar a dores musculares e fraqueza”, diz Goodson. “Isso pode afetar tanto os músculos esqueléticos quanto os músculos lisos do corpo.”

As pesquisas mostram que a vitamina D é necessária para a força muscular e estabilidade postural, e essa vitamina até foi encontrada para ajudar a diminuir o risco de quedas associadas à fraqueza muscular em populações idosas. Então, se algo parece errado com a força dos seus músculos ou você está sentindo dores musculares regularmente, pode ser hora de verificar seus níveis de vitamina D.

5# A saúde dos seus ossos está sendo afetada

“A vitamina D desempenha um papel crucial na absorção de cálcio, que é essencial para manter ossos fortes e saudáveis”, diz Goodson. Devido a esse papel, a deficiência de vitamina D pode impactar negativamente a saúde dos nossos ossos, o que, segundo nossas nutricionistas, pode se manifestar de algumas maneiras diferentes.

“Uma deficiência pode levar a uma diminuição na densidade óssea”, diz Manaker, “o que pode torná-lo mais suscetível a fraturas e lesões.” Além de mais lesões potenciais, você também pode experimentar dor mais consistente. “A deficiência de vitamina D também pode resultar em dor óssea e nas costas, e em casos graves, pode até contribuir para condições como osteoporose”, acrescenta Goodson.


Artigo escrito por Samantha Boesch no site Eat This, Not That!, traduzido ao português pelo El Hombre

Redação El Hombre
Redação El Hombrehttps://www.elhombre.com.br
O El Hombre é um portal de lifestyle para o homem contemporâneo com mais de 5.000 artigos sobre estilo, carreira, fitness e muito mais. Fale conosco pelo email [email protected]