9 ensinamentos de Confúcio, o grande filósofo chinês, para a vida

São muitos os ensinamentos valiosos de Confúcio, mestre chinês que viveu entre os anos de 551 e 479 a.C. Muitos deles podem ajudar-nos, até os dias de hoje, a viver de maneira mais honrosa, completa e proveitosa tanto no âmbito pessoal quanto no profissional. Com base nos “Analectos” confucianos, reunimos aqui alguns dos preceitos mais adequados à contemporaneidade.

Pense por conta própria, mas se esforce para aprender com os outros: Se um homem aprende com os outros mas não pensa por conta própria, ele irá se sentir confuso. Se, por outro lado, um homem pensa mas não aprende com os outros, ele estará em perigo.

Honre e preserve seus pais: Não dê aos seus pais outra causa de preocupação além da doença. Enquanto os seus pais estiverem vivos, cuide bem deles.

Busque o sucesso: Quando ao falar você cometer poucos erros e ao agir tiver poucos arrependimentos, uma carreira de sucesso provavelmente decorrerá.

Não se preocupe porque as suas qualidades não são apreciadas: Procure merecer elogios. Não é quando os outros falham em apreciar as suas qualidades que você deveria se sentir incomodado, mas sim quando essas qualidades de fato faltam.

Em uma posição de liderança, lance o exemplo: Não mostre cansaço e, quando houver alguma ação a ser tomada, dê o melhor de si. Você deve dar o exemplo e estimular os demais a segui-lo.

Combine a educação à natureza: Quando a natureza de uma pessoa prevalece sobre a educação recebida, o resultado será alguém intratável. Quando a educação prevalece sobre a natureza, o resultado consistirá em uma pessoa pedante. Só uma mistura equilibrada das duas será valorosa.

Não busque defeitos nos outros: Ajude os outros a perceberem o que há de bom neles, não o que há de ruim. Nunca chame atenção para o mal em outros. Nunca difame seus pares. Sua fala deve ser temperada pela compreensão.

Seja coerente e aprenda a se controlar: É preciso que seja parcimonioso com a fala e coerente com o que fala. A ausência de autocontrole em pequenas questões arruína grandes planos.

Quando não souber alguma coisa, não se envergonhe: Dizer que você sabe quando você sabe, e dizer que você não sabe quando não sabe – isso é conhecimento.