Butt Kick: exercício educativo #3

Depois de falar do hopserlauf, hoje apresentaremos o butt kick. Até gostaríamos de encontrar uma maneira mais interessante para traduzir o nome desse exercício educativo, mas não deu. Então vai ficar como “pé na bunda” mesmo. No mínimo, curioso é.

Como já falamos nos dois primeiros textos da série, os exercícios educativos servem como um auxílio para aqueles que querem melhorar a mecânica da corrida e, consequentemente, sua eficiência na atividade.

Esse exercício, o butt kick, tem por finalidade ensinar a pessoa a realizar o retorno da passada mais rapidamente. É ideal para aqueles que querem aumentar a velocidade da corrida.

Realizando o retorno da passada com mais agilidade você acaba por diminuir a amplitude que a perna terá que viajar para tocar o chão, tornando, assim, o movimento de cada passo um pouco mais rápido.

Como consequência você vai ganhar alguns milissegundos que, ao longo de uma corrida de média ou longa distância, fará uma diferença enorme.

Para aprimorar esse movimento é importante desenvolver dois pontos:

1) Resistência da musculatura posterior da coxa

2) Transferência da técnica para o movimento da corrida

O movimento consiste de levar o calcanhar ao glúteo, por isso o “pé na bunda”.

É comum observarmos o exercício ser realizado sem nenhum movimento de corrida, ou seja, parado, no mesmo lugar. Mas ele também pode ser executado em deslocamento.

Esse tipo de educativo irá desenvolver resistência dos isquiotibiais (músculos da coxa), o que será necessário também para aprimorar a corrida.

Para desenvolver melhor essa técnica durante a corrida, alguns educativos progressivos devem ser inclusos, como:

  • Corrida normal com uma perna realizando o butt kick a cada 2 passos
  • Corrida normal com uma perna realizando o butt kick a cada passo
  • Corrida normal realizando o butt kick alternadamente (a cada duas passadas normais fazer uma com butt kick). Esse educativo progressivo requer muita coordenação
  • Corrida normal enfatizando a flexão de joelho em todas as passadas (mas sem chegar a faze rum butt kick)

É importante também ressaltar que existem pessoas que realizam muita flexão de joelho durante a corrida e pouca extensão da perna (comum em mulheres). Para quem corre com essa característica, o ideal é outro movimento educativo chamado kick out, sobre a qual falaremos na semana que vem.

publicidade