Como desenvolver a sua curiosidade: 9 conselhos

Uma mente curiosa proporciona a você grandes benefícios, entre os quais podemos destacar um conhecimento mais amplo, uma conversa mais interessante e uma alta dose de criatividade e de inspiração. Inclusive já fizemos um texto aqui no El Hombre explicando por que a curiosidade é o maior dos talentos.

Mas a curiosidade é apenas útil caso você não se renda a assuntos supérfluos, tais como fofocas ou novelas. Caso direcione a sua energia a informações e habilidades capazes de acrescentar algo à sua vida, você estará fazendo um excelente serviço a si mesmo. Isso porque a curiosidade envolve também o discernimento, e demanda que decidamos qual é o conhecimento que pretendemos adquirir.

Sue Heilbronner, CEO da MergeLane, um fundo de investimentos focado em startups, afirma: “A cultura da curiosidade nas companhias possui benefícios tremendos, particularmente entre líderes. Equipes curiosas costumam contemplar uma maior quantidade de opções para produtos inovadores, para ângulos de publicidade e para soluções de problemas”.

E, uma vez que o seu senso de curiosidade será determinante para o seu sucesso, é muito importante que você aprenda a desenvolvê-lo. Para iniciar tal processo, atente-se a essas 9 dicas essenciais.

1# SE INTERESSE PELAS OUTRAS PESSOAS

Compreender as perspectivas das outras pessoas, assim como os seus interesses e as suas motivações, é algo extremamente importante para alimentar a sua curiosidade natural. Não tenha medo de aprofundar-se em suas indagações. Interessar-se pelos demais seres humanos é uma experiência única, e com frequência possui resultados muito positivos e efetivos.

Procure estabelecer contato também com pessoas de fora de seu círculo usual. Com isso, você se tornará capaz de compreender vidas, experiências e culturas diferentes das suas. Aliadas, a curiosidade e a empatia o tornarão uma pessoa muito mais inteligente, arguta e compassiva.

2# EXPERIMENTE COISAS NOVAS

Vá a um restaurante novo. Converse com um estranho. Leia sobre uma filosofia diferente. Faça uma viagem inusitada. Marque um café com uma pessoa que você tem pouco contato. Estar disposto a experimentar coisas novas e a reunir novas experiências é essencial para o processo de desenvolvimento de qualquer um de nós.

3# FAÇA PERGUNTAS

Por vezes, evitamos fazer perguntas porque receamos parecer ignorantes. No entanto, se a nossa intenção é aprender, faz sentido que façamos tantas perguntas quanto nos parece necessário. É mais importante aprendermos do que parecermos inteligentes, não é?

4# DEIXE-SE SURPREENDER

Quase todos possuímos um relacionamento de amor e ódio com as surpresas. Ao mesmo tempo em que estas nos deixam ansiosos, tendemos a nos sentir entediados e até mesmo desmotivados quando somos privados delas por muito tempo.

Portanto, deixe-se surpreender de tempos em tempos. Nós costumamos nos sentir muito mais tranquilos quando estamos dentro de nossas zonas de conforto, mas as melhores experiências que temos em nossas vidas são aquelas passadas fora dela.

5# DESCONECTE-SE

Desligue o seu celular e concentre-se no momento presente – naquela conversa, naquela pessoa, naquelas circunstâncias. Quando nos dedicamos a um número muito extenso de tarefas ao mesmo tempo, não criamos espaço para sermos curiosos.

6# NÃO QUEIRA ESTAR SEMPRE CERTO

Quando fazemos questão de estar sempre certos e de comprovar continuamente a nossa invencibilidade, roubamos de nós mesmos qualquer chance de desenvolvimento pessoal. Não acredite ser invencível. Não priorize sempre as suas opiniões, crenças e predileções em detrimento das opiniões, crenças e predileções das demais pessoas. Busque manter a sua mente sempre aberta.

7# LEIA MUITO

Falamos essa semana sobre a regra das 5 horas seguida por muitos empreendedores de sucesso, tais como Bill Gates e Elon Musk. Para incentivar a sua curiosidade e adquirir conhecimento, ler de maneira ávida consiste em um passo essencial.

Leia livros que dialoguem com a sua profissão e livros que dialoguem com os seus gostos e interesses pessoais, mas guarde também um espaço para obras aleatórias que tenham, por um motivo ou por outro, capturado a sua atenção.

Consumir um conteúdo que se encontra distante de sua zona de conforto é algo bastante importante. Aprender uma nova língua, por exemplo, é uma excelente opção.

8# NÃO TENHA MEDO DE ARRISCAR

Há uma máxima que diz o seguinte: “Eu não fracassei, paguei por uma lição.” Se você quer aprender ou tentar algo novo, preciso estar disposto a arriscar. E, uma consequência natural disso, é que você vai errar muitas vezes. Mas não se deixe abater. Compreenda que o erro faz parte do processo de aprendizagem e evolução pessoal.

9# NÃO SE APEGUE AO PASSADO

Sim, é importante analisarmos os eventos passados a fim de tirarmos deles uma série de lições que possam nos auxiliar no futuro. No entanto, quando nos concentramos demais naquilo que já passou, o momento presente perde o seu valor. E mais: não oferecemos a nós mesmos a chance de construir um futuro mais brilhante e colorido.

VÍDEO EM DESTAQUE