Kim Jong-un é o atual líder da Coreia do Norte, país considerado o mais fechado do mundo que vive sob um governo comunista tirânico há anos. E por trás dessa cara inocente há um coração suspeito.

São incontáveis as medidas absurdas que o ditador toma e obriga seus cidadãos a seguirem.

Por exemplo, no dia 8 de julho é proibido sorrir na Coreia do Norte. Isso porque foi nesse dia que o fundador do país, Kim Il-sung (avô de Kim Jong-un), morreu. Não pode sorrir, não pode beber, não pode dançar. Que espírito egoísta aquele que quer ver seu povo triste em sua ausência, não?

Outra medida do ditador foi candidatar-se solitariamente nas últimas eleições do país. Havia somente ele de canditato, mais ninguém. E então recebeu 100% dos votos para permanecer no comando.

E tem um fato curioso que aconteceu no ano passado.

Procurando dar um up na movimentação de seu salão de cabelereiro em Londres, o dono do M&M Hair Academy colocou um banner com a imagem de Kim Jong-un, famoso pelos péssimos cortes de cabelo, e a seguinte descrição: “Cabelo ruim? 15% de desconto para todos os cortes masculinos em abril”.

Acontece que a embaixada da Coreia do Norte fica ao lado do salão e os agentes coreanos ficaram sabendo. Deu pepino, óbvio. Problemas diplomáticos por causa de um cabelo de mau gosto…

No entanto, a resposta do dono foi: “A Inglaterra é um país democrático. Então acho que vocês terão que dar o fora daqui.” Ou algo do gênero.

ca

Mas se Kim Jong-un não tem controle sobre o mundo e não pode impor a popularização de seu corte feioso ao planeta, pode à Coreia. E foi o que ele fez.

A nova medida do ditador foi tornar lei o seu corte de cabelo na Coreia do Norte. É isso: todos os jovens norte-coreanos a partir de agora são obrigados a adotar esse estilo, que é horrível. É tipo um slickback mal feito, ou um razor part sem penteado, com as laterais raspadas e o topo alto.

Dizem que há inclusive guardas nas escolas andando com tesoura na mão – se o cabelo dos garotos não estiver assim, eles vão lá e fazem ficar.

No ano passado uma medida bem parecida já tinha sido implementada. Só que agora os moleques não podem deixar a parte de cima do cabelo crescer mais de 2 centímetros.

Sacanagem!

Quanto às mulheres, elas também precisam adequar seu estilo ao da mulher de Kim Jong-un, que chama-se Ri Sol-ju. Melhor, porque seu cabelo não é de mau gosto como o do marido.

Dizem que essa medida foi tomada para lembrar os estudantes que o estado não tolera a ideologia e a culutra capitalista.

Muito bem Kim Jong-un, você acaba de cometer um atentado à moda. Pobres coreanos.