8 motivos para praticar a arte da meditação

Alguém perguntou a Buda: “O que o senhor e seus discípulos praticam?” Ele respondeu: “Nós nos sentamos, nós andamos, nós comemos“.

O inquiridor continuou: “Senhor, nós todos nos sentamos, andamos e comemos”.

Buda lhe disse: “Quando nos sentamos, nós sabemos que estamos sentados. Quando andamos, nós sabemos que estamos andando. Quando comemos, nós sabemos que estamos comendo”. 

O conto acima é narrado por Thich Nhat Han, um notável monge budista, no livro Meditação Andando.

Nos últimos tempos, a prática meditativa, que originou-se na Índia há muitos séculos, tem-se tornado cada vez mais popular ao redor do mundo.

No momento em que vivemos, no qual as exigências que colocamos sobre nós mesmos e as demandas que o restante do mundo impõe sobre nós são particularmente intensas, ela pode auxiliar-nos a atingir um elevado patamar de felicidade pessoal e de produtividade pessoal.

Os benefícios da meditação, que são múltiplos, foram explorados por muitos cientistas e pesquisadores – e, no texto de hoje, são eles o nosso assunto principal.

1# REDUZ O ESTRESSE E A ANSIEDADE

A ansiedade e a depressão, sendo estas com frequência o fruto de uma dose excessiva de estresse, são condições corriqueiras nas sociedades em que atuamos.

A meditação possui como objetivo atingir um estado de espírito desprovido de agitação, algo com que todos nós lidamos em maior ou menor medida. Estudos comprovam que a meditação auxilia-nos a assumir o controle de nossas emoções.

Uma determinada quantidade de estresse, como apontamos em nosso texto sobre a zona de conforto, pode ser bastante útil; no entanto, o excesso pode prejudicar, e muito, nossa concentração, julgamento e interação com os outros.

Tais efeitos, que nem sempre são sentidos em uma primeira experiência, tornam-se mais e mais visíveis conforme nos dedicamos às práticas meditativas.

2# MELHORA A CONCENTRAÇÃO 

Estudos sugerem que a meditação possui benefícios para a concentração e a memória, uma vez que providencia-nos com uma amplificação de energia que leva-nos a um estado conhecido como mindfulness, no qual encontramos a atenção plena.

Esse é um benefício essencial para a sua vida profissional, pois permitirá que dedique o máximo de atenção às tarefas, sejam elas cotidianas ou extraordinárias, com as quais se deparar.

3# NOS TORNA MAIS SAUDÁVEIS

Um estudo de 2008, publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine, mostrou que, praticando a meditação, 40 entre 60 pacientes com pressão alta deixaram de necessitar de seus remédios. Além disso, ela é excelente para a imunidade e combate as doenças cardiovasculares.

A disciplina mental que desenvolvemos através da meditação pode também nos levar a abandonar vícios e dependências. Se você quiser abandonar o cigarro, as drogas ou obsessões por comida, a meditação é um excelente caminho.

4# RETARDA O ENVELHECIMENTO

A meditação retarda o processo de envelhecimento de dois modos distintos, sendo ambos bastante proveitosos. Em primeiro lugar, ela beneficia a nossa pele, fazendo com que, em termos estéticos, nós demoremos mais tempo para envelhecer. Em segundo lugar, ela retarda a perda de memória resultante do avanço da idade, e é útil também a pacientes que sofrem de demência senil.

5# FAZ COM QUE DESCANSEMOS MELHOR

Aqueles que sofrem de insônia deveriam, sem dúvida, buscar práticas meditativas. Um estudo realizado nos últimos anos revelou que, após meditarmos, dormimos mais rápido, permanecemos adormecidos por mais tempo e descansamos melhor.

Um dos motivos para isso é que a meditação nos auxilia a controlar a torrente indomável de pensamentos que costuma causar a insônia, dotando-nos de uma dose maior de auto-controle.

6# DESENVOLVE O AUTOCONHECIMENTO

Para nos tornarmos a nossa melhor versão, é necessário conhecermos a nós mesmos, estando cientes de todas as nossas características, tanto as boas quanto as más. Segundo determinados praticantes da meditação, esta faz com que nos sintamos mais confortáveis em nossa própria pele – e, nas palavras de um dele, “no momento em que mergulhamos em nós mesmos, nos sentimos mais confortáveis também para expressar quem somos de verdade”.

7# NOS TORNA MAIS FELIZES

Além de ser benéfica para a autoestima, a meditação pode fazer com que nos tornemos mais otimistas e vejamos a vida de maneira mais positiva.

Segundo Thich Nhat Han: “Nosso verdadeiro lar é o momento atual. Quando entramos profundamente no momento atual, nossas queixas e preocupações desaparecem, e assim descobrimos a vida com todas as suas maravilhas (…) Na maior parte do tempo estamos perdidos no passado, ou arrebatados pelo futuro. Quando estamos conscientes, e quando estamos intensamente em contato com o momento atual, aprofunda-se a compreensão do que está acontecendo e começamos a ser preenchidos de aceitação, alegria, amor e paz“.

8# NOS TORNA MAIS GENTIS

Ao ensinar-nos a responder, e não a reagir, a meditação é benéfica para as relações que travamos com as demais pessoas. Os relacionamentos que mantemos com nossos familiares, amigos, namorados e colegas de trabalho serão beneficiados.

Em um primeiro momento a meditação nos ensina a amar, a compreender e a perdoar a nós mesmos. Em seguida, essa gentileza e esse perdão são dirigidos também para aqueles que amamos — ou mesmo aqueles de quem não gostamos tanto assim.

Vinte e dois estudos sobre as práticas meditativas demonstraram a sua grande habilidade em desenvolver a inteligência emocional, o que faz com que consigamos lidar com cada situação de maneira racional, inteligente e compassiva, e não com reações emotivas impensadas das quais nos arrependeremos no futuro.

Resumidamente, nas palavras de Thich Nhat Han, “cultivando a paz e a felicidade em nós mesmos, também alimentamos a paz e a felicidade naqueles que amamos”.

VÍDEO EM DESTAQUE