Por que o silêncio é bom para o nosso cérebro

Não é tarefa fácil ficar em silêncio hoje em dia. É notificação do smartphone tocando o tempo inteiro; a TV ligada; a música no fone de ouvido; e assim por diante. Tente fazer a conta de quanto tempo do dia você passa no silêncio total. Quase nada, né?

Essa intensidade sonora em que vivemos faz mal para o nosso cérebro e nossa saúde. O silêncio é bem mais importante do que nos damos conta – e a ciência tem várias provas disso.

Depois de ler os benefícios abaixo, você deixará de ver os instantes de relaxamento silencioso e meditação como “perda de tempo” e vai se policiar para incorporar mais momentos de paz à sua rotina.

O SILÊNCIO REDUZ O ESTRESSE

Quando a OMS (Organização Mundial da Saúde) disse em 2011 que a poluição sonora era uma praga moderna, que detona à saúde das pessoas, eles não estavam brincando. Estudos mostram que ambientes barulhentos aumentam o nosso nível de cortisol, conhecido como o hormônio do estresse. O silêncio, por outro lado, tem o efeito oposto. Ele diminui a tensão do nosso cérebro e corpo.

silêncio-meditação

Getty Images

O SILÊNCIO ESTIMULA A REFLEXÃO E A CRIATIVIDADE

Quando o nosso cérebro está livre das estimulações sonoras, ele entra num modo de “descanso”, pois não precisa processar os barulhos ao nosso redor. Assim o cérebro consegue se concentrar melhor em reunir e organizar informações, o que estimula a reflexão e a criatividade.

O SILÊNCIA MELHORA A MEMÓRIA

Você já ouviu falar no hipocampo? Essa é uma região importante do cérebro ligada à memória, emoção e aprendizado. Um experimento de 2013 revelou que ficar 2 horas por dia em silêncio ajuda no crescimento de novas células do hipocampo. Resultado? Uma cabeça mais afiada.

O SILÊNCIA FACILITA A CONCENTRAÇÃO

Um estudo revelou que crianças expostas a altos níveis de poluição sonora desenvolvem mais lentamente suas habilidades cognitivas, porque o barulho sobrecarrega o nosso cérebro, diminuindo a concentração. Já o silêncio cria um ambiente que melhora a nossa capacidade de resolver problemas e tomar decisões.