Como negociar melhor: 6 dicas simples e eficientes

Uma habilidade importante para vida profissional (e pessoal) é saber como negociar. Algumas pessoas gostam disso, outras nem tanto. Mas seja lá em qual grupo você estiver, essa é uma necessidade prática para o mundo dos negócios e para a vida cotidiana.

A boa notícia? A negociação não precisa envolver necessariamente conflitos, porque ela se relaciona menos à competição — e mais à comunicação. A disposição de trabalhar em conjunto com aquele que negocia conosco ajuda a atingir bons resultados no longo prazo.

Para ajudá-lo a fechar bons negócios, hoje reunimos 6 dicas simples e eficientes de como negociar. Confira a seguir:

1# SEJA OBJETIVO E FIRME NA NEGOCIAÇÃO

Quanto mais objetivo e firme for um negociante, maiores são as chances de alcançar o sucesso. Mas fique esperto, porque existe uma diferença grande entre a firmeza e agressividade. Uma pessoa firme cuida dos seus próprios interesses, mas respeitando os interesses alheios. Quem é agressivo apenas olha para o seu lado. Não seja esse tipo de cara.

2# OUÇA MAIS, FALE MENOS

A melhor maneira de resolver conflitos é usando a audição. Estamos sempre tão ansiosos por falar que nos esquecemos de escutar. É comum irmos a uma negociação tendo em mente exclusivamente o que queremos dizer. No entanto, para alcançar um melhor resultado, ouça mais do que fala.

3# PREPARE-SE COM ANTECEDÊNCIA

“Se você transpirar com antecedência“, dizia George Plimpton, o fundador e editor da icônica revista Paris Review, “não o fará no palco”. Isso significa que devemos fazer pesquisas cuidadosas sobre os assuntos que queremos abordar — e, mais especificamente, sobre aqueles com quem negociaremos. Quanto mais informações tivermos, mais fortes nos tornamos.

4# TENHA SEMPRE UM PLANO “B”

Quando dependemos muito de um certo resultado, diminuímos a nossa capacidade de dizer “não”. Esteja disposto a ir embora caso não consiga um acordo satisfatório. Quando não temos a opção de abandonar a negociação, estamos expostos à necessidade de cedermos às demandas do outro lado. Daí a importância de termos sempre um plano “B”.

5# DEMONSTRE CONFIANÇA AO NEGOCIAR

Os melhores negociadores são aqueles que jamais demonstram ansiedade, raiva ou cansaço. Mantenha-se sempre confiante e sereno, sem ceder às emoções, para não abalar seu pensamento lógico. Quando demonstramos nervosismo, passamos aos outros a impressão de que somos inseguros — e nessa hora perdemos muito força na negociação.

6# NÃO ENCARE COMO UMA COMPETIÇÃO

Esse não é um jogo a ser vencido ou perdido. A negociação ideal é aquela na qual ambos os lados acabam sentindo que receberam algo de valor. Não pense em uma negociação como se esta fosse sinônimo de competição. Esforce-se por enxergá-la como um esforço coletivo para se trazer satisfação àqueles que participam.

VÍDEO EM DESTAQUE