Vinho tinto, branco ou espumante: quando tomar cada um?

Ok, todo mundo sabe que o vinho é produzido a partir da uva. Ou, mais especificamente, da fermentação do seu suco. Mas quem aí sabe a diferença entre vinho tinto e branco? A resposta vai muito além da cor e envolve processos de produção distintos, que acabam dando uma característica particular a cada um deles.

Como resultado, o vinho tinto e o branco podem ser mais (ou menos) aconselhados para acompanhar certos tipos de prato. Hoje vamos explicar neste post as diferenças básicas entre ambos e como combiná-los com a comida. Com direito, também, a um trecho extra sobre espumantes.

VINHO TINTO

Vamos começar pelo vinho tinto. Ele é feito a partir de uvas escuras. O suco da fruta na verdade é incolor, mas como a casca é utilizada na receita do vinho tinto, ele acaba ficando com essa coloração avermelhada.

Existem vários tipos de uva que podem ser utilizadas na produção do vinho tinto, como a Cabernet Sauvignon, a Merlot e a Malbec, entre outras.

Os vinhos tintos são indicados para acompanhar pratos com carne vermelha. O motivo? Eles são ricos em tanino – um composto encontrado na casca da uva, responsável pela sensação de secura na boca – que proporciona uma excelente harmonia com a gordura presente nas carnes vermelhas.

VINHO BRANCO

O vinho branco, por sua vez, em geral utiliza uvas claras em sua receita, como a Chardonay ou Sauvignon Blanc. Mas um detalhe importante? A casca não é usada na produção, ao contrário do que acontece com o vinho tinto.

Sendo assim, o vinho branco tem uma quantidade muito menor de taninos (que são abundantes na casca) e, por isso, apresenta uma característica mais leve e refrescante, com acidez acentuada.

Recomenda-se harmonizar o vinho branco com frango ou peixe, porque a sua leveza combina com a suavidade das carnes brancas.

ESPUMANTE

E quanto ao espumante? Ele nada mais é do que um vinho branco gaseificado, com alto nível de dióxido de carbono. Isso resulta numa fermentação natural que faz a bebida borbulhar quando é servida.

Ele é mais indicado para acompanhar canapés e ser servido em momentos de brinde, para celebrar ocasiões especiais. PS: Espumante e champanhe são a mesma bebida, com a diferença de que o segundo é produzido na região de Champagne, ao nordeste da França.